Artista perfis baaba maal world music central.org etiologia da artrite reumatóide

Baaba Maal nasceu em Podor, uma cidade de tratamento de espondiloartrite com uma população de 6.000 habitantes, nas margens do rio Senegal, que separa o país de mesmo nome da Mauritânia. A família de Baaba é Hal Pulaar, conhecida no mundo de fala inglesa como Fulani. Ele não é de uma família jeli (a casta hereditária de músicos e historiadores orais).

A música era parte integrante da infância de Baaba Maal. Sua artrite bolhas nos dedos do pai trabalhou nos campos, mas também foi dada a honra e responsabilidade de usar músicas para chamar os fiéis para a mesquita. A artrite da mãe de Baaba no quadril e na parte inferior das costas foi um músico que cantou e escreveu suas próprias canções educando seu filho nas formas musicais da área e encorajando a jovem Baaba a valorizar as letras inteligentes e pensativas.

Ao mesmo tempo, Baaba estava ouvindo música negra vinda dos Estados Unidos da América, pessoas como James Brown, Otis Redding, Wilson Pickett e artrite no tratamento da articulação do polegar Etta James. Mais tarde, ele encontrou músicos jamaicanos, como Toots Hibbert, Bob Marley e Jimmy Cliff, que conheceu em uma turnê pelo Senegal em meados dos anos 70, junto com o guitarrista da banda de artrite reumatóide da época, Ernest Ranglin.

Baaba foi para a escola em St. Louis, a capital colonial francesa original e, ao ganhar uma bolsa de estudos de arte, para a moderna capital do Senegal, Dakar. Lá, ele se juntou a Asly Fouta, um grupo de 70 músicos, e passou seu tempo com o grupo aprendendo artrite, tocando o máximo que podia sobre os instrumentos musicais locais e como eles funcionam.

Depois de deixar a faculdade, ele excursionou pela África Ocidental com o amigo de longa data, guitarrista e jeli, Mansour Seck, absorvendo mais conhecimento, “é tradicional para jovens músicos fazerem isso. Quando você artrite uk exercícios do joelho chegar em todas as aldeias que você faz um show. Isso faz você amigável com todos os jovens que estão na aldeia. No dia seguinte, os jovens levam você para visitar a pessoa mais velha que conhece a história da aldeia, o laboratório de artrite psoriática e a história da música ”. A partir daí, Baaba viveu em Paris por vários anos, estudando no Conservatório de Belas Artes, com orelhas ainda artrose totalmente abertas. Ao voltar ao Senegal, Baaba formou sua banda Daande Lenol (Voz do povo).

Em seu CD, Missing You… .Mi Yeewnii, Baaba Maal se concentrou no lado poético e acústico de sua herança. As sessões de gravação originais de “Missing You” usaram um estúdio móvel baseado em Toubab Dialaw, Senegal, e ocorreram ao ar livre após o anoitecer, o que explica o clique de grilos que podem ser ouvidos durante todo o álbum osteoartrite em adultos jovens. A gravação continuou no Real World Studios em Wiltshire e o álbum foi mixado no Abbey Road e no Real World.

Com uma dúzia de álbuns solo e colaborativos, Baaba Maal é um homem com uma missão além de sua música. Em seu papel como osteoartrite juvenil para a dieta do quadril para o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, a Baaba Maal está comprometida com as preocupações das famílias, jovens e do futuro de seu continente. Quando ele viaja pelo mundo, seu papel como representante do programa de exercícios para os ombros da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento da Artrite no Reino Unido nunca está longe. Ambos os elementos se juntam quando os recursos de Baaba em projetos musicais, como o Fela Kuti Tribute Red Hot e Riot, juntos por causas de artrite HIV no grupo de campanha de conscientização de dedos / Aids Red Hot Organization.

desafios. Em 1 de abril de 2005, ele vendeu uma performance especial no Royal Festival Hall do Reino Unido. Ele foi então convidado para tocar no Glastonbury Jazz World Stage em junho com nódulos de artrite reumatóide nas mãos de 25 anos e também para liderar uma demonstração de solidariedade com a Campanha de Tornar a História da Pobreza com Bob Geldof. No dia 2 de julho, Baaba fez um discurso em apoio à Make Poverty History, em Edimburgo, e falou sobre a manifestação antes da Cúpula do G8 em Gleneagles.