Consciência alimentar dentro da consciência com sintomas de espondiloartrite renee lindstrom

Em 2016, o último filho saiu de casa e outro retornou. Eu encontrei a minha atenção voltando ao meu primeiro amor pela natureza para ajudar a resolver as grandes emoções que eu estava agora experimentando inesperadamente de um próximo vazio. Essa conexão com a natureza revolucionou meu estilo de vida e começou em desespero, ao lado de uma figueira que plantamos. Esta artrite de Privet no joelho nhs foi agora a 7 metros de altura e ao lado dele experimentando minha perda, veio uma sensação de ser abraçado por ele. Isso desencadeou uma jornada em um relacionamento com as plantas ao meu redor, que incluía remédios medicinais, descobrindo comestíveis e aprendendo seus valores. Isto incluiu remédios criados com este Privet. Essa mudança de estilo de vida aumentou minha saúde e bem-estar, o que resultou em maior energia, vitalidade e perda de peso.

Eu me voltei para estratégias externas em perder peso no passado que não se concentravam no meu estilo de vida. Apresentando plantas que reduziram o apetite naturalmente, melhoraram o valor nutricional e a função cerebral e aumentaram os níveis de tolerância, a perda de peso foi um resultado orgânico. A perda de peso não foi um foco primário no momento, mas é um resultado feliz. Outros resultados foram aumentados sono e sentir histórias de remissão da artrite reumatóide de humor.

Em 2017, recebi algumas notícias pessoais que afetaram alguém próximo a mim. Isso marcou o início de um processo de luto mais profundo que eu realmente acredito que o reino vegetal natural me ajudou a voltar a um estado de saúde mais feliz e saudável. Os únicos períodos de tempo em que senti alguma coisa foram quando eu estava apoiando e orientando clientes e alunos. Quando a consulta terminou, houve um retorno à perda.

Em 2017, comprometi-me a enfatizar transformar intenções em objetivos na minha prática com alunos que lutavam para superar circunstâncias difíceis. Isso se estendeu à minha integração e compromisso de fazer o mesmo. Isso resultou em uma mudança em 2018 que quase parecia orgânica. O foco da minha meta testes de laboratório de artrite psoriática era integrar maneiras de apropriação natural em minha cozinha e tipos de alimentos para a minha dieta para encontrar um maior bem-estar.

Desde a década de 1960, ser magro tem sido o cobiçado modelo da beleza. Essa mudança cultural criou uma auto-imagem que, em 2019, é uma linha de base para o julgamento moral. Como um caminho, tem sido uma experiência profunda. Essa experiência de conexão em caminhos não se limita à aparência externa da fisicalidade de alguém, ela começa por dentro. Imagine as informações surpreendentes que esse caminho recebe quando está em comunicação com alguém cuja filosofia e indicador de beleza está voltada exclusivamente para as expectativas da auto-imagem exterior, enquanto adormece para as fontes interiores de ações de beleza.

Este indicador de beleza nos caminhos começa de dentro e quando isso é ignorado, a beleza exterior representa o conflito. Interno e externo estão fora de equilíbrio e o que alguém nessa condição está contribuindo para as relações entre a artrite reumatóide juvenil e a comunidade está em conflito. É o filtro deles de como eles percebem e agem no estilo de vida que criaram para si mesmos.

As metas de Renee para 2019 continuam a se concentrar no aumento das áreas de saúde e bem-estar de suas 9 áreas de vida. O outono tardio de 2018 e o início do inverno de 2019 envolveram a desorganização de suas 9 áreas de vida que hoje resultam em motivação e níveis inspiradores mais altos. Há um espaço interno crescente e anseio de concentrar a atenção especificamente no condicionamento físico e na perda de peso! Essa fonte de anseio está entre os chakras sacro e plexo solar. Isso é excitante, pois o desejo está vindo de dentro para fora, não de fora! 2019 marca o fim do ciclo de 5 anos e o início de um novo!

Eu tenho a intenção de perder mais 40 quilos, mas meu foco está em aumentar a experiência da artrite espontânea no alívio dos dedos por comida. No meu crescente apreço pela comida, reconheço que o modelo que tive não incluía aprender essa conexão amorosa com a comida. Minha mãe odiava a cozinha e considerava isso uma tarefa. Ela dependia de sua filha mais velha para aprender e assumir a cozinha e não tinha tempo ou energia para integrar o conhecimento com o mais novo. Eu era o mais novo e aprendi através de seus sentimentos e estratégias na preparação de refeições. Como um caminho com alta sensibilidade cinestésica e visual, o que eu estava integrado foi uma sensação de sujeira, vergonha, dúvida e culpa quando se tratava de comida, dietas e culinária, etc.

Estou animado com o meu peso acidental perder. Não foi um programa de tendências que eu segui nem foi baseado em auto-julgamento ou auto-imagem. Tudo começou de forma bastante inocente quando fiquei mais decidido a entender quais benefícios fitoterápicos e nutricionais meu meio ambiente poderia oferecer. Essa exploração é uma mudança crescente no estilo de vida que me mostra a conexão sensorial com o que estou consumindo e criando em remédios, chás e corantes. No começo, comecei a notar uma mudança interna em minhas emoções, saúde intestinal e aumento de energia e força física. Como a exploração se expande em criar alimentos fermentados, iogurte caseiro, cream cheese e soro eu notei que as porções de jitter de artrite de comida caíram naturalmente, com a adição de alimentos fermentados meu cérebro parecia ter mais clareza, a saúde intestinal melhorou, as emoções se tornaram menos distrair e agir é mais rápido.

Sou grato por experimentar esse relacionamento mais profundo que a comida tem com nossa motivação, inspiração, saúde mental, emocional, física e cerebral. Adicionando comida viva através de uma mentalidade de curiosidade ampliou meus horizontes internos onde novas osteoartrites criativas e espontâneas mãos imagens qualidades de resposta estão surgindo. Essas respostas são aquelas que aumentam a confiança interior e o amor-próprio com uma crescente paixão e senso de humor. A alegria e a apreciação são qualidades espontâneas resultantes da admiração e interação entre a comida e o bem-estar funcional. A conexão de feltro do coração não é planejada como padrões de pensamento ou resultado da fé devocional. É uma qualidade espontânea de essência ou vibração, sem pensamento, sem palavras.

Minha intenção de ir adiante é expandir a integração e a aprendizagem de alimentos vivos em meu estilo de vida diário através da experiência somática do bem-estar físico, mental, emocional e agora vibracional. Virando-se para a natureza incluiu conhecer plantas e árvores individuais que crescem ao meu redor e aprender o que é culinária, medicamentos e remédios para pele, cabelo e tintura. Esta exploração evoluiu com as estações do ano para criar alimentos fermentados, iogurte caseiro, cream cheese, soro de leite, vinagre de maçã e muito mais.

Minha direção pessoal agora será focada na construção de relacionamentos com a mesma mentalidade com aqueles interessados ​​nesses valores e intenção semelhantes para explorar a natureza da comida e interagir com a fonte de nossas qualidades funcionais. Minha consciência crescente está apoiando a artrite na consciência ilusória de que é a conexão com essa relação com a fonte de alimento que a vida evolui ao redor. Eu sei em primeira mão como não estar em um ambiente semelhante pode confundir e sabatosh a direção pretendida!