Futuros clássicos para os entusiastas do carro de hoje – truecar blog arthritis wrist brace

Muitas pessoas acham que os carros de colecionadores precisam ser velhos, protegidos por cordas de veludo, e exigem que você refinancie sua casa antes mesmo de pensar em ficar atrás do volante. Embora os laboratórios de artrite exista alguma verdade nisso, representa apenas uma fatia do mercado de carros colecionadores. Os carros usados ​​de hoje são clássicos colecionáveis ​​em construção, então aqui estão algumas escolhas acessíveis para fazer suas engrenagens girarem.

O nome WRX data do ultrassom da artrite reumatóide no início dos anos 90, mas só na década seguinte a Subaru considerou os compradores norte-americanos dignos de um desempenho real em todas as rodas. O primeiro Impreza WRX a chegar às nossas costas foi o “olho de inseto”, que produziu respeitáveis ​​227 cavalos de potência graças ao seu motor flat-four equipado com secador de cabelo.

Embora os números de desempenho não estejam de acordo com os novos carros de hoje, essa foi a primeira onda de especiais de rali da JDM a decorrer nos EUA. Como um bônus adicional, ele tinha 4 portas (ou 5, se você escolheu o vagão WRX), ou seja, todos os osteoartrite generalizada icd 10 seus amigos poderiam pegar uma carona em sua próxima viagem de snowboard.

Na terra dos BMWs, uma geração e46 da Série 3 com o pacote ZHP ganha o reconhecimento. Ao contrário do padrão 330, o ZHP recebia sintomas de artrite reumatóide mais quentes, mas um teste de sangue negativo, engrenagens mais agressivas, um suporte de direção com taxa rápida e um câmbio deslizante ZF de 6 velocidades para os ventiladores de três pedais. O tratamento especial não era apenas mecânico, como o exterior beneficiou de pára-choques desportivos e rodas, e exercícios de artrite no interior foi aparado com Alcantara (couro tradicional também estava disponível).

Então, o que faz do ZHP um carro que vale a pena conferir? Enquanto o ZHP veio em forma cupê e conversível, os sedãs são commodities especialmente quentes porque eram a opção mais próxima de um BMW M3 de 4 portas oferecido na época. O ZHP 330 é um carro veloz por si só, mas muitas vezes é ofuscado pelo M3 devido ao déficit de 100 HP da HP e a um preço que se aproxima do preço do M3. Por outro lado, o ZHP é menos temperamental e mais fácil de manter do que seu irmão M-powered. Você pode encontrar uma maior quilometragem ZHP que vai precisar de algum TLC para o código icd 10 para artrite do ombro em torno de US $ 7.500, mas os carros excelente condição ainda estão em baixa a meados da adolescência. Sim, é muito dinheiro para um BMW 330 antigo, mas o ZHP é um carro muito bem montado. Fator nos números de produção relativamente baixos e o 330 ZHP provavelmente se tornará a definição de artrose ainda mais desejável com o passar do tempo.

O C5 Corvette é uma das melhores pechinchas de desempenho do mercado. Ele tem toneladas de energia, manuseio de carros de corrida, e vai facilmente ultrapassar os exercícios de artrite de quadril com velocidade de 150 km / h se você escolher martelar o ‘Vette durante um dia de pista. Você pode encontrar um modelo extremamente limpo e de baixa quilometragem por US $ 25.000, com carros de quilometragem moderada com menos de 20 mil. Uma vez que os Corvettes são normalmente um segundo carro para a maioria das pessoas naturais, eles geralmente são mantidos em garagens e não têm o desgaste do deslocamento diário.

Se você conseguir superar a era GM de interiores de plástico fantásticos e as costumeiras camisetas havaianas com tema Corvette, o C5 Z06 provou que a América poderia ter um desempenho de classe mundial por uma fração do custo dos melhores sintomas de artrose do geno da Europa. Melhor de tudo, porque o Corvette usa o Venvy V8 venerável e comprovado, sua loja de autopeças local terá todas as suas necessidades de manutenção em estoque. Quantos carros esportivos construídos para o propósito você pode dizer sobre isso?

Quando a BMW lançou um novo Mini Cooper para o século 21, decidiu adicionar um pouco de músculo sob o capô do modelo esportivo Cooper S. O seu motor de 1,6 litros, os grilos, têm artrite e ajuda, graças a um compressor, atingindo 163 cavalos saudáveis. Isso foi mais do que suficiente para transformar o dócil Mini em um hatchback que come cantos para o café da manhã, almoço e jantar.

Estes veículos supercharged Cooper S caíram o radar da maioria das pessoas. Eles são velhos demais para serem modernos e elegantes, mas não têm idade suficiente para serem pegos pelos entusiastas. Seus preços atuais refletem fortemente isso, já que a maioria dos bons exemplos são de menos de US $ 8.000, e os de maior quilometragem estão bem abaixo de US $ 5.000. Contanto que você fique no topo da manutenção, como você faria com um BMW, o Cooper S não deveria ter um problema de blitzing no território de 100.000 milhas.

Espere um minuto! O medicamento ayurvédico para artrite do joelho Fiesta ST é um carro que você ainda pode comprar novo. Como pode ser um futuro clássico? Aqueles que prestam atenção às notícias provavelmente já ouviram que a Ford planeja eliminar a maioria de seus carros em favor de crossovers e SUVs. Isso significa que os dias do Fiesta estão contados deste lado do Atlântico. Mais importante ainda, o Fiesta ST foi uma partida incomum da norma de remédios modernos para artrite em carros de dedos, particularmente seu peso de meio-fio de 2.800 libras. Com 197 cv de potência desde o seu motor Turbo de 1,6 litros, manobrabilidade para karts e assentos opcionais Recaro, o Fiesta ST marcou o retorno do hot hatch hardcore, de volta ao básico.