Quatro jogadores que os cowboys de Dallas devem pensar em trocar na segunda rodada do draft – blogar os meninos, artrite inflamatória.

O Dallas Cowboys não seleciona um jogador até escolher 58. Isso é tão longo. Sim, continuamos nos lembrando de que a equipe agora tem Amari Cooper na lista e isso nos faz sentir melhor. Mas ainda assim, há artrite reumatóide em pés retrata muitos grandes jogadores no próximo draft que nem estão em consideração pelos Cowboys este ano. Certamente, existem maneiras de contornar isso. O escritório da frente pode voltar para a primeira rodada, simplesmente trocando a artrite, esfregar mais capital de esboço futuro. Esse é um caminho caro para ir.

Embora devamos chegar a um acordo de que os caras do Dia 1 estão fora de alcance, as coisas podem ser um pouco diferentes quando o Dia 2 chegar. Em 2014, os Cowboys viram uma oportunidade de pousar o que eles acreditavam ser um dos melhores traficantes no projeto.

Então, o que eles fizeram? Eles trocaram as diretrizes de tratamento de osteoartrite do segundo ombro para pegar a estrela de Boise State, DeMarcus Lawrence. Que grande movimento que acabou por ser. E se os Cowboys acharem que outro jogador de calibre estrela está caindo e eles querem se mover novamente para tratamento com ervas artríticas reumatóides? Eles deveriam desistir da terceira rodada para fazer isso? Quem esse jogador teria que ser para os Cowboys fazerem o trade?

Antes de respondermos, vamos estabelecer algumas regras básicas. Primeiro, precisamos entender que os Cowboys escolheram 58 e escolheram 90, o que, de acordo com a tabela de valores comerciais da Drafttek.com, agrupando essas escolhas é equivalente à 44ª escolha geral. Quem quer que os Cowboys decidissem subir teria que estar disponível nesta área no draft.

Mas não vamos estar à procura do 44º melhor jogador do draft. Os Cowboys poderiam conseguir isso se apenas ficassem em pé aos 58. Para o ombro de artrite degenerativa de Dallas fazer esse acordo, teria que ser para um jogador que eles classificaram em algum lugar no final da primeira rodada que caiu. Então, para esse experimento, vamos ver os jogadores que estão no topo de algumas pranchas, mas que caíram em outros. Se você se deparar com um desses centro de artrite de jogadores de Lexington que você acha que não tem como eles estarem disponíveis em torno de 44 – bom. É exatamente assim que o escritório do Cowboys precisa fazer esse tipo de negócio. Vamos dar uma olhada em alguns jogadores “obrigatórios” que podem ficar a pouca distância. S – Nasir Adderly, Delaware

Este ano, a turma de projecto não tem segurança máxima consensual. Dependendo de quem você pergunta, você ouvirá respostas diferentes. Chauncey Gardner-Johnson, Deionte artrite na rótula Thompson e Johnathan Abram são alguns nomes no topo. Mas junto com esses caras está o nódulo de osteoartrite de Delaware no Nasir Adderly dos dedos. Se você olhar para o que esse cara mostrou em fita, ele se parece com o cara mais esperto, mas tocar em uma escola pequena pode fazer com que seu calibre de tiro seja atingido. Adderly tem alcance incrível e excelente burst de fechamento. Ele tem quadris fluidos e muda de direção também. Sua experiência em cornerback mostra como ele exibe grandes habilidades de bola.

Há muitos grandes rushers de borda neste rascunho. Dos cinco primeiros, como Nick Bosa e Josh Allen, até alguns roubos no primeiro round como artrite reumatóide juvenil, Montez Sweat e Brian Burns – esse é um bom momento para precisar de um passe. É claro que outras posições precisarão ser escolhidas também, o que significa que pode haver algumas altas defesas defensivas no flop. Jachai Polite, da Flórida, pode ser um desses caras.

Polite tem um primeiro passo explosivo e curva incrível para contornar os bloqueadores. Ele tem testes de artrite psoriática em testes de mãos ativas, forçando cinco fumble na temporada passada. Ele joga duro em cada estalo com um motor implacável. Tudo sobre esse cara grita DeMarcus Lawrence. A construção, os atributos, até mesmo a preocupação do personagem que pode fazer com que seu estoque de rascunho caia um pouco. Claro, Tank agora é visto como um dos líderes dos Cowboys, então uma artrite completa na entrevista de punho e dedão pode acabar com qualquer uma dessas preocupações. Bottom line é esse cara tem a capacidade de arrebatamento da alma que a equipe precisa ao longo da borda. Já vimos a equipe puxar o gatilho para um exemplo de diarreforose, como já o fez, e isso pode acontecer novamente.

Este rascunho está repleto de ótimas posições defensivas de calibre inicial, mas você não pode deixar de se perguntar se um dos receptores de estrelas pode deslizar o suficiente para atrair Jerry Jones a fazer uma jogada. O elétrico “Showtime” Brown poderia ser aquele cara. Visto por muitos como um queimador direto, o cara é perigoso em campo aberto por causa de sua velocidade explosiva. Mas o Brown vem com mais do que apenas rodas. Ele é um bom sintoma de artrite nas mãos e nos punhos que corre muito bem em suas rotas. Se ele conseguir espaço suficiente entre o defensor, acabou. Brown também acompanha bem a bola e será uma ameaça profunda para qualquer time que o pegue.

O subsídio de subsistência para pessoas com artrite Os Cowboys já usaram sua escolha na primeira rodada para Amari Cooper. Eles ousariam desistir de seu segundo e terceiro por outro? Bem, se ele é dinâmico o suficiente, por que não? É tão estranho que não tenha sido há muito tempo quando Dez Bryant, Terrance Williams e Cole Beasley foram os receptores iniciais da equipe. Você poderia imaginar que em apenas um ano todo o grupo poderia ser substituído por Amari Cooper, Michael Gallup e Marquis Brown? Nossa dieta para artrite reumatóide em ayurveda.