Sintomas de artrite do câmus de campus em hindi

O assédio físico do vice-reitor da Universidade de Jadavpur pelos estudantes reafirma o mal-estar nas instituições de ensino superior. Enquanto o incidente é extremamente infeliz, não é sem precedentes. Parece haver um padrão sistemático, que foi astutamente estimulado pelos partidos políticos para servir a seus interesses. Eles usaram alunos como fantoches.

Alunos da Universidade de Jadavpur estão agitando sobre a realização de eleições sindicais dos estudantes Alguns alunos que artrite que causa deformidades da coluna chamados líderes alegaram que o VC não tomou nenhuma decisão, mesmo após uma reunião com o ministro da educação quiz de artrite reumatóide. Embora eles tenham negado a acusação de violência, o VC ferido teve que ser internado em um hospital privado. O último incidente, feio em si, aconteceu depois que os estudantes organizaram um referendo na última semana de janeiro sobre a questão de um sindicato estudantil não político ou de um conselho de estudantes.




O resultado mostrou que a esmagadora maioria era a favor de uma clínica de artrite de quadril. A demanda, até mesmo o momento, poderia ter sido resolvida por meio de conversas. O ataque ao VC deve ser severamente condenado.

O governo de Bengala Ocidental está prestes a testemunhar uma mudança dramática e significativa nas próximas eleições sindicais estudantis. A proibição de manifestações em College Square foi uma decisão prudente, há muito esperada. Os estudantes agora serão obrigados a contestar as eleições dos sindicatos como “indivíduos” com participação obrigatória de 60% e sem associação a nenhuma organização política afiliada a estudantes. Isso, espera-se, minimizará a possibilidade de confrontos entre grupos rivais. O conselho de estudantes será presidido por um professor e outro professor será seu tesoureiro. O modelo do St Xavier’s College será seguido. As recomendações previstas pelo governo do Estado, se implementadas com sinceridade, talvez assegurem a ordem e a paz de omartrose nos campi. As eleições sindicais de estudantes na Índia quase inevitavelmente provocaram violência, quando não assassinatos. Apesar da garantia de realização de eleições livres e justas pelas autoridades da universidade e pelo governo, não houve mudanças tangíveis na situação. Pelo contrário, confrontos entre rivais são grupos de estudantes hereditários com artrite psoriática e alegações de intimidação por partidários do partido no poder são frequentes. Alegações e contra-alegações viciam a atmosfera desde a fase de nomeação.

Durante a regra da Frente de Esquerda, as atividades políticas no campus eram controladas remotamente pela Rua Alimuddin, e em detrimento dos associados da artrite de ensino superior do sul da Flórida e da pesquisa. A intervenção do CPI-M foi palpável. Os acadêmicos obedientemente cumpriram as instruções da festa. Os alunos sofreram, mas foram rotineiramente utilizados pelo CPI-M. O sindicato era central para o partido no poder, e o chamado “movimento estudantil” girava em torno dele. O tratamento artrite reumatóide medicina ayurvédica livro brilhante “martelo vermelho sobre a Universidade de Calcutá”, escrito pelo vice-chanceler Professor Santosh Kumar Bhattacharya descreveu vividamente a sua decadência. Os eleitores mostraram a porta ao CPI-M.

Nenhuma universidade e instituição de ensino superior está completamente livre de influência política. Os professores são politizados e os administradores são ineptos. A violência no campus persiste sem parar. Há anarquia no ensino superior, mesmo após a chamada artrite paribartária no pé e nos dedos do pé em Bengala Ocidental. A política estudantil em universidades e outras instituições educacionais assumiu proporções alarmantes em nosso país. O incidente no Madhav College em Ujjain, Madhya Pradesh, cerca de uma década atrás, quando professores foram maltratados por alguns estudantes durante a eleição do sindicato universitário – levando à morte do professor Sabharwal – é chocante. O ex-diretor, Sr. Sachin Upadhyay, morreu de trauma. A eleição de união de estudante de problema de artrite foi cancelada. A União Nacional de Estudantes da Índia (NSU), a ala estudantil do Congresso, convocou uma greve para protestar contra o alegado envolvimento da ala estudantil do BJP, o Akhil Bharat Vidyarthi Parishad (ABVP). A violência mortal foi um ato de sacrilégio disfarçado de eleição do sindicato universitário. Ambos os sindicatos estudantis foram supostamente instruídos por seus respectivos líderes políticos. Um incidente similar ocorreu em 6 de setembro de 2008 no BESU (Bengal Engineering and Science University). Samik Basu, um estudante de engenharia de ouvido, morreu durante um confronto entre dois grupos rivais, a Independent Consolidation (IC) e a Students Federation of India (SFI) em sua ansiedade competitiva para capturar o poder.

As mortes do professor Sabharwal e Saumik Basu revelam o sórdido cenário do campus no país. Precisamos atender à necessidade de sindicatos estudantis politizados. Há pouca dúvida de que um sindicato responsável pode trabalhar pelos melhores interesses dos estudantes, ao mesmo tempo em que reforça as exigências legítimas do conselho de pesquisa sobre artrite acadêmica. Na verdade, no entanto, universidades e faculdades degeneraram para turfs na luta pelo mestre dos sindicatos. Os líderes políticos puxam as cordas das asas e comprometem a atividade acadêmica. Além disso, alguns professores ligados a partidos políticos particulares propõem ideologias políticas aos estudantes. Diferentes grupos de sindicatos estudantis, com gelatina para as bênçãos da artrite de seus mentores, tanto dentro como fora das instituições, exercem pressão para capturar o poder, resultando em violência.

Vale lembrar que o comitê do J M Lyngdoh havia recomendado que os sindicatos de estudantes fossem desvinculados da política. Lamentavelmente isso foi observado na violação. Em meio a agitação política e corrupção aleatória, pode parecer difícil despolitizar os sindicatos de estudantes. A comunidade acadêmica, os melhores professores em particular, terão que garantir que os estudantes não se tornem cobaias de partidos políticos. O partido no poder em Bengala Ocidental, assim como a administração, deve agir com sagacidade e imparcialidade para enfrentar imediatamente a situação. A gestão do ensino superior é um desafio supremo de gestão, além do alcance da artrite reumatóide, 10 da maioria das pessoas. A implementação efetiva e significativa de políticas públicas, particularmente em relação à educação, que envolve o envolvimento direto dos estudantes, deve ser tratada com a devida sensibilidade.

Ele exige habilidades de gerenciamento eficientes, perspicácia profissional profunda e visão. Não deve ser enfrentado pelos políticos por seu benefício limitado, ignorando as perspectivas de longo prazo do país. Despolitizar os sindicatos dos alunos pode ser difícil de conseguir no presente pode artrite no pescoço causar vertigem cenário social, mas não é impossível de realizar. Devemos nos esforçar muito para alcançá-lo por todos os meios.