Tribunal distrital descobre alvos pk de patentes do vimovo pharmapatents indefinidos artrite séptica medscape

Em um parecer emitido em 19 de novembro de 2018, o juiz chesler do tribunal distrital dos EUA do distrito de new jersey descobriu duas patentes listadas na lista de livros da VIMOVO® inválidas por indefinição na forma como certas propriedades farmacocinéticas (PK) eram recitadas. O parecer apoia o julgamento sumário do tribunal sobre a invalidez das patentes. As patentes VIMOVO® em questão

As patentes VIMOV® em questão nesta decisão eram as Patentes dos EUA nos. 9.220.698 e 9.393.208, que reivindicam m�odos de tratamento, eG, osteoartrite ou artrite reumat�de, por administra�o de formas de dosagem unit�ia “AM” e “PM” compreendendo naproxeno e esomeprazole, em que a dose unit�ia AM e PM forma “vis�” certos perfis farmacocin�icos, como certos níveis de AUC de concentração máxima, cmax e tmax.

Indefinidade dos valores PK “alvo”

A dificuldade fundamental é que ambas as frases-chave são incompreensíveis: “as formas de dosagem unitária de AM e PM são direcionadas:” e “as formas de dosagem AM e PM são mais direcionadas.” Não é possível compreender o que essas frases significam porque as pílulas não podem ser dito para definir metas. No uso comum, entendemos uma meta ser algo que as pessoas, ou talvez as criaturas vivas, definem; objetos inanimados não estabelecem metas.

A linguagem “alvo” em questão neste caso é encontrada nas reivindicações originais e aparece em todas as especificações da patente sem definição expressa ou explicação direta. É possível que esta terminologia tenha sido escolhida com o conhecimento de que nem todas as administrações das unidades de dosagem de AM e PM reivindicadas atingiriam os parâmetros PK recitados em todos os pacientes. Infelizmente para os patenteadores aqui, a corte rejeitou o argumento de que “alvo” deveria ser interpretado como “produzir”, o que também impedia seus argumentos de que os parâmetros recitados da PK eram valores médios obtidos em um grupo de pacientes.

Este blog é disponibilizado pela foley & lardner LLP (“foley” ou “the firm”) apenas para fins informativos. Não se destina a transmitir a posição legal da empresa em nome de qualquer cliente, nem se destina a fornecer aconselhamento jurídico específico. Quaisquer opiniões expressas neste artigo não refletem necessariamente as opiniões de foley & Lardner LLP, seus parceiros ou seus clientes. Consequentemente, não atue com base nessas informações sem procurar aconselhamento de um advogado licenciado.

Este blog não tem a intenção de criar e o recebimento dele não constitui um relacionamento advogado-cliente. A comunicação com a foley por meio deste website por e-mail, postagem em blog ou de outra forma não cria uma relação advogado-cliente para qualquer questão legal. Portanto, qualquer comunicação ou material que você transmita para foley através deste blog, seja por email, postagem no blog ou de qualquer outra forma, não será tratado como confidencial ou proprietário.

As informações contidas neste blog são publicadas “COMO ESTÃO” e não têm garantia de serem completas, precisas e atualizadas. Foley não faz representações ou garantias de qualquer tipo, expressas ou implícitas, quanto à operação ou conteúdo do site. A Foley renuncia expressamente a todas as outras garantias, garantias, condições e representações de qualquer tipo, expressas ou implícitas, sejam decorrentes de qualquer lei, direito, uso comercial ou outro, incluindo garantias implícitas de comerciabilidade, adequação a uma finalidade específica, título e não- violação. Em nenhuma circunstância, a foley ou qualquer de seus parceiros, executivos, funcionários, agentes ou afiliados serão responsáveis, direta ou indiretamente, sob qualquer teoria da lei (contrato, ato ilícito, negligência ou outro), por você ou qualquer outra pessoa, por quaisquer reclamações, perdas ou danos, diretos, indiretos especiais, incidentais, punitivos ou consequentes, resultantes ou ocasionados pela criação, uso ou confiança neste site (incluindo informações e outros conteúdos) ou em sites de terceiros ou nas informações, recursos ou materiais acessados através de qualquer desses sites.