Uk news desk arthritis nódulos nas mãos

Ela lamentou profundamente o término, realizada quando estava com 19 semanas de gravidez, e mergulhou em depressão. Isso foi agravado quando sua amada mãe, Pauline, morreu inesperadamente seis semanas depois, devido a um bloqueio na artéria principal de seu coração.

Tracey se convenceu de que se tratava de karma, um creme de artrite punitivo para acabar com a vida de seu filho ainda não nascido. Logo após o seu 50º aniversário, Tracey decidiu usar o dinheiro que sua falecida mãe deixou em seu testamento para financiar o tratamento de fertilização in vitro em Chipre, onde a clínica implantou quatro embriões de uma só vez, que segundo os médicos maximizariam suas chances de engravidar. não é permitido no Reino Unido para evitar nascimentos múltiplos de risco.

Duas semanas depois da artrite queensland, Tracey, que tem uma história de trabalho de parto prematuro, desenvolveu dores de estômago severas.

Ela foi ao seu hospital local, onde os médicos a aconselharam a “reduzir” a gravidez fazendo com que dois dos fetos injetados no útero parassem seus corações.

Isso, ela me disse, aumentaria as chances de sobrevivência dos dois bebês restantes. Mas Tracey tinha se unido a seus quadriciclos, depois de vê-los em numerosos scans, e não podia pensar em se despedir de nenhum deles. Sua decisão de “deixar a natureza seguir seu curso” valeu a pena, e os quadris – George, Grace e gêmeos Fredrica e Francesca osteoartrite quadril exercícios – são agora 12 semanas de idade.

Como Tracey coloca a chaleira para nos fazer chá (eu ofereço, mas ela insiste!) Eu noto uma lista longa e manuscrita no balcão da cozinha detalhando todas as vezes que cada bebê com remédio para a artrite reumatóide foi alimentado com frascos miniatura de prescrição médica. única fórmula, projetada para bebês prematuros. Uma espiada dentro da geladeira revela mais 24 garrafas alinhadas, prontas para o dia seguinte.

“Tivemos que começar a escrever tudo, porque nos primeiros dias esquecemos quais foram alimentados”, diz Tracey. “Nós também mantivemos o nome do hospital” arthrose du genou “em seus tornozelos, para que pudéssemos distingui-los. Nós não poderíamos ter certeza, especialmente na calada da noite.

Enquanto prematuridade e baixo peso ao nascer são fatores de risco para inúmeras condições, incluindo paralisia cerebral, problemas de visão e perda auditiva, os quadríceps parecem estar saudáveis ​​e atingindo seus marcos. Os médicos do Hospital Whittington, no norte de Londres, ficarão de olho no seu desenvolvimento, já que as dificuldades nem sempre são óbvias desde o início.

“Eu tinha que continuar me movendo, balançando-os e fazendo trabalhos, porque eu sabia que, se ficasse parado, iria cochilar”, diz ela. “Normalmente eles dormem por definição de artrólise cerca de quatro ou cinco horas durante o dia, e eu realmente deveria aproveitar a oportunidade para descansar também, mas tenho muito o que fazer: arrumar mamadeiras, lavar roupas, limpar, arrumar as camas e berços No momento em que eu fiz tudo isso, é hora de alimentar e enrolar novamente.

A caminhada de dez minutos se estendia em meia hora enquanto uma artrite de quadril passava em pedestres em pdf depois que a outra parou para examinar o carrinho e fazer perguntas. Essa foi a primeira e última vez em que Tracey – que diz que o peso do carrinho pressionou suas costas – se aventurou sozinho.

Então, quando qualquer um dos quadríceps tem uma consulta médica, Stephen, que tem uma artrite muito reumatóide nos pés, entende que o chefe deve tirar um dia de folga do trabalho para levá-los ao joelho de artrose. Tracey não pode levar todos os bebês, pois seu carrinho especial não caberá no Ford Galaxy da família – eles estão procurando por um Mercedes Viano de segunda mão.

Embora Stephen deva levar para casa o bacon – só a conta da fralda chega a cerca de 100 libras por mês, o que não significa que ele ponha os pés no final de um dia de trabalho. “Ele vai dizer:” Vou tomar um banho de banheira “, e direi:” Não se preocupe, seja rápido e venha ver essas artrites sangrentas de crianças – não tenho tempo para um banho “, diz Tracey, rindo roucamente.

Ela também está aliviada que, apesar das críticas feitas a ela durante a gravidez – ela foi chamada de “egoísta” por ter fertilização in vitro em 50, resultando em quads cujo cuidado é “provável custar centenas de milhares de libras” – opinião pública desde o nascimento tem sido muito mais favorável.

Usar a televisão para distrair os bebês pode ir contra os conselhos normais das histórias de remissão da artrite reumatóide, mas está claro que Tracey – que espera ser reconhecida como a mais antiga mãe britânica de quadris no Guinness Book of Records – terá pouco tempo no futuro para se preocupar convenções sociais.